A Semana

A Iª Semana de Ciência, Tecnologia e Economia Criativa (SCTEC) para a inclusão na Baixada Fluminense – IFRJ é um evento promotor da divulgação de tecnologias de inovação, ensino e pesquisa nas áreas da Ciência, Tecnologia e Economia Criativa nessas áreas e seus desdobramentos regionais e sociais. Visamos, pois, atrair a atenção da população da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro e incentivar a participação desta, com vistas às possíveis transformações sociais. Este ano acontece em conjunto com a JCPar, a SEMAT, e a SEMAC.Esta primeira edição do evento é promovida pelo IFRJ – campus Belford Roxo, que está localizado no município de mesmo nome, cuja população sofre das mazelas advindas da ausência de políticas públicas promotoras da inclusão social e da infraestrutura mínima necessária para prover à esta população o acesso à educação de qualidade.O município de Paracambi, também localizado na Baixada Fluminense, sedia, em seu território o IFRJ campus Paracambi. Sua população sofre das mesmas mazelas que o município de Belford Roxo: baixo nível educacional, baixa taxa de ocupação e grande parte de sua população sobrevivendo com baixos rendimentos.

A realidade destes municípios é similar às das grandes capitais na década de 1950, quando estas niciavam seus processos de urbanização. Entretanto, ao nos aproximarmos do primeiro quarto do século XXI, ainda percebemos que a Baixada não conseguiu resolver seus problemas sociais e econômicos, agravados ainda mais pela crise que se abateu sobre nosso país em 2014. Neste sentido, a Economia Criativa pode ser considerada um motor da economia, pouco explorado no nosso país, e menos ainda na Baixada Fluminense.

Enquanto nas capitais os cursos de Design, Moda, Arquitetura, Gastronomia, Música, Dança, entre outros, se multiplicam, nas periferias, estes campos são considerados apenas termos despojados de nomear dispositivos e produtos consumidos por estas populações. Nosso objetivo é, assim, criar uma ponte entre estes conhecimentos e estes cidadãos, mostrando que esta realidade não está tão distante assim de seus desejos.

Assim, através das atividades promovidas pela IªSCTEC/JCPar/SEMAC/SEMAT esperamos fazer com que este conhecimento, disseminado, possa ser a semente para que as ideias dessa população possam se traduzir em ações e, desta maneira, fazer brotar na Baixada, as ações que reduzirão suas desigualdades.

Por fim, agradecemos ao MCTIC e ao CNPq pelo apoio financeiro que nos permitiu realizar tão sonhado evento.